PONTAL DE CACILHAS: Abril 2005

quinta-feira, abril 28, 2005

ESTUÁRIO DO TEJO EM 1704



Vista panorâmica do estuário, em 1704.

Carta da autoria de Gaspar bailien.

Obs.: Deve tratar-se de uma cópia tardia de carta mandada fazer por Filipe IV, rei de Espanha (1621 – 1665), sendo o original levantado antes de 1640.




Almada Antiga e Almada Moderna, Roteiro Iconográfico
Freguesia de Almada I
Alexandre M. Flores
Camara Municipal de Almada 1985
Alexandre M. Flores

terça-feira, abril 26, 2005

A BARRA EM 1673



Vista panorâmica do estuário do Rio Tejo, vendo-se a região hoje conhecida por Outra Banda.

Gravura a preto, 300 X 215

Colecção de Gravuras Portuguesas, 2ª série, Lisboa

Obs.: A região actualmente denominada Outra Banda abrange o concelho de Almada, que constituía na Expansão Portuguesa, parte de zona de influência económica de Lisboa, então grande centro consumidor.

O que a engradece muito, hé o grande numero de Villas e Lugares, e quase infinitas e riquíssimas quintas (…) assi da parte da terra, como da banda dalém do Rio, as quaes se provem della em todo o anno de pão, carne, peixe, vestidos, calçados, peças de ouro e prata e de todas as mais cousas (…) – (N. de Oliveira, Ob cit.).

No século XVII, a vila e termo de Almada tinha cerca de 2500 habitantes, e no antigo regime tinha votos em Cortes, com assento no banco sexto.
Em relação à estampa, vale a pena destacar um pormenor: à Torre velha opõe-se claramente a Torre de Belém.



Almada Antiga e Almada Moderna, Roteiro Iconográfico
Freguesia de Almada I
Alexandre M. Flores
Camara Municipal de Almada 1985
Alexandre M. Flores

segunda-feira, abril 25, 2005

BARRA DO RIO TEJO



Carta Holandesa da Barra do Rio Tejo e Peninsula de Setúbal, de 1583.

Reprodução de um decalque do Visconde de Santarém, tirado de Janz. Wachenaer – B 117 – a.

Obs.: Em 1527, há vylla dallmada tem huu bõo castelo… , e soma todos os moradores desta villa e termo – 429 (João Tello de M. Collaço – Cadastro da População do Reino – 1527… Lisboa: E.N.P. , 1929, p. 80-81). No século XVI, Nicolau de Oliveira defende que na Freguesia de Santiago há duzentos e sincoenta fogos e setecentas pessoas, e na de Nossa senhora do Castelo tem duzentos fogos e setecentas pessoas (Livro das Grandezas de Lisboa, Lisboa, 1620, p. 88 v.).



Almada Antiga e Almada Moderna, Roteiro Iconográfico
Freguesia de Almada I
Alexandre M. Flores
Camara Municipal de Almada 1985
Alexandre M. Flores

segunda-feira, abril 18, 2005

ARMAS DA CIDADE DE ALMADA



Escudo Português com coroa mural, de 5 torres.

Fotografia, 110 x 170

Obs. : De ponto de vista heráldico é semelhante à constituição das armas da vila, com a diferença de coroa mural possuir mais uma torre. Almada passou a usar as novas armas, aquando da sua elevação à categoria de cidade, em 21 de Junho 1973.

Com o parecer favorável da Associação dos arqueólogos Portugueses, o MAI propõe-se a actualizar a Portaria Nº 8 : 442 estabelecendo a seguinte constituição das Armas do Município :

- De azul, com um castelo de ouro aberto e iluminado de vermelho, tendo a torre central carregada por uma cruz de Santiago de vermelho e as laterais carregadas, cada uma, por um escudete de azul, em ponta, besantado de prata.

O castelo assente num monte de penhascos de negro, realçados de prata e verde, cortado por três faixetas ondadas, duas de prata e uma de azul.

Coroa mural de prata de cinco torres, Listel branco com os dizeres “Cidade de Almada” de negro.



Almada Antiga e Almada Moderna, Roteiro Iconográfico
Freguesia de Almada I
Alexandre M. Flores
Camara Municipal de Almada 1985Alexandre M. Flores

domingo, abril 17, 2005

ARMAS DA VILA DE ALMADA



Armas de azul, “com um castelo de ouro aberto e iluminado de vermelho, tendo a torre central carregada por uma cruz de Santiago de vermelho e as laterais carregadas cada uma, por uma quina de Portugal antigo.

O castelo assente num monte de penhascos de negro realçados de prata e de verde, cortado por 3 faixas ondadas, duas de prata e uma de azul.

Coroa mural de 4 torres e literal branco com os dizeres “Vila de Alamada”.

D.G., portaria nº 8 : 442, de 25.05.1936

Obs,: A constituição heráldica da bandeira, armas e selo do Município de Almada inserida na referida portaria e assinada pelo Ministro do Interior, Mário Pais de Sousa, enferma de incorrecções, designadamente quanto às “quinas de Portugal antigo”, que são de facto “escudetes de azul, em besantados de prata”.


Almada Antiga e Almada Moderna, Roteiro Iconográfico
Freguesia de Almada I
Alexandre M. Flores
Camara Municipal de Almada 1985
Alexandre M. Flores

sábado, abril 09, 2005

BRASÃO DE ARMAS DA VILA




Escudo de tipo Francês, quase idêntica à anterior estampa, mas sem os penhascos.

Gravura a preto.
I. de Vilhena Barbosa – as Cidades e Villas da Monarchia Portugueza que teem brasão d’armas, vol. I. Lisboa, Typ. Panorama, 1860.

Obs.: até ao séc. XV, Almada não só constituía um importante aglomerado na margem sul do estuário do Tejo, como possuía um vasto termo.

A Península da Arrábida era, então, partilhada pelas vilas acasteladas de Almada, Palmela e Sesimbra.

Do ponto de vista territorial, o termo de Almada abrangia, aproximadamente, os actuais concelhos de Almada e Seixal.

Entre outras alterações de carácter administrativo, regista-se que no início do séc. XIX, o termo compreendia 8 freguesias :

N. S. do Castelo, S. Tiago, Caparica, Amora, Corroios, Arrentela, Seixal e Aldeia de Paio Pires.

Em 1836, o termo passou apenas a ter 2 freguesias: S. Tiago e a do Monte de Caparica.

Mais tarde, foram criadas novas freguesias da Trafaria em 1926, Cova da Piedade em 1928 e Costa de Caparica em 1949.

Actualmente, o concelho de Almada compreende 10 freguesias :

Almada, Cova da Piedade, Cacilhas, Pragal, Laranjeiro, Caparica, Sobreda, Charneca, Trafaria e Costa de Caparica.



Almada Antiga e Almada Moderna, Roteiro Iconográfico
Freguesia de Almada I
Alexandre M. Flores
Camara Municipal de Almada 1985
Alexandre M. Flores

sexta-feira, abril 08, 2005

ANTIGO BRASÃO DE ARMAS DA VILA DE ALMADA



Escudo de tipo Francês constituído por torre sobre monte de penhascos. Sobreposta uma coroa real da 4ª dinastia.

Gravura colorida, 160 x 230

O original que a estampa reproduz, tem um belo passepartout, de estilo antigo, com uma breve legenda descritiva no verso.

As freguesias mais antigas na Vila de Almada eram as de Sant’Iago e Santa Maria do Castelo. A de Nossa Senhora do Monte, de Caparica (termo de Almada), foi criada por Bula do Papa Xisto IV, em 20 de Novembro de 1472
...
...
Almada Antiga e Almada Moderna, Roteiro Iconográfico
Freguesia de Almada I
Alexandre M. Flores
Camara Municipal de Almada 1985
Alexandre M. Flores

quinta-feira, abril 07, 2005

ALMADA ANTIGA E MODERNA, FREGUESIA DE ALMADA I

quarta-feira, abril 06, 2005

BANDEIRA DE ALMADA